Skip to content

Top 5 – Câmeras que você nunca terá

4 de fevereiro de 2010

As câmeras a seguir são as melhores do mundo, ou as primeiras do mundo, ou as maiores do mundo. Ou então são muito raras, mas o que importa é que você dificilmente colocará a mão em uma delas. Tirando a número 5, que abre a lista. Mas também não queria tirar toda sua esperança.

5 – Hasselblad H3DII-50MS

Hasselblad H3DII-50MS

Para não tirar todas suas esperanças, essa câmera é só difícil, mas não impossível. Principalmente se você não faz tanta questão do seu carro ou se já está ganhando muito dinheiro com fotografia. E não estou falando de um carro qualquer, para levar uma Hasselblad dessa, tem que se pagar a bagatela de US$34.995,00 (ou quase 64 mil reais).

Diferente da maioria das DSLRs, essa câmera é de médio formato, contando com um sensor de 50 megapixels de 36.8 x 49.1mm. Não pense em sair com uma dessas para tirar foto da família na festa do seu priminho de dois anos. Pela qualidade da imagem gerada por essa câmera, ela deve ser utilizada para fotografia de moda, paisagismo, fotografia de estúdio, propaganda, principalmente com fins profissionais.

4 – Leica MP Golden

Leica MP Golden

Essa continua te dando esperanças, mas menos. O preço na verdade é menor que o da Hasselblad. São somente 199.000 Yuans, o que dá algo em torno de US$ 29.300,00, ou 54000 reais. Mas para comprar essa coisa horrível revestida de ouro 24 quilates existe um outro problema, ela só é vendida na China continental, já que foi feita em comemoração aos 60 anos da República “Popular” da China. E outra coisa, só foram feitas 60 dessas câmeras.

O número é baixo, mas se formos pensar que são poucos os que podem comprar ela na China (ou que podem comprar qualquer coisa), se você correr ainda pode achar a sua. A câmera vem em uma caixa de madeira forrada e ainda ostenta os dizeres, na mais fina caligrafia chinesa, “Vida longa à República Popular da China”. Nada que não possa ser raspado.

3 – A Kodak de George Mallory e Andrew Irvine

Kodak "Vest Pocket"

Uma câmera difícil de se ter nem sempre é uma câmera difícil de se comprar. A câmera dos escaladores George Mallory e Andrew Irvine é um bom exemplo disso. Essa Kodak Vest Pocket, modelo produzido entre 1912 e 1926,  será do primeiro que colocar as mãos nela.

Mas aí chega a parte difícil. Essa famosa câmera foi perdida em 1924, quando Irvine e Mallory se perderam a mais de 8000 metros de altura, no  Monte Everest. O corpo de Mallory foi encontrado somente em 1999, e isso mostra um pouco o quanto pode ser difícil achar essa câmera. Aquele que conseguir isso pode também acabar com uma dúvida histórica: se os dois escaladores foram os primeiros a chegar ao topo do Everest. Se interessou, boa sorte e boa escalada.

2 – Daguerreótipo

Daguerreótipo

Se você procura uma câmera com visor de LED, muitos megapixels e sistema de foco com milhões de pontos, você não está procurando a câmera mais cara do mundo, que é exatamente essa ai da foto. A câmera em caixa de madeira deslizante foi produzida manualmente em 1839 por Alphonse Giroux, cunhado de Louis Jacques Daguerre. Daguerre batizou a câmera para comprovar sua autenticidade.

Com mais de 170 anos, essa câmera será vendida em maio pela WestLicht Photographica Auction em Viena, Áustria. Portanto, ainda dá tempo. Só juntar de 500 mil a 700 mil euros até lá, valor esperado que o objeto consiga.

1 – A maior câmera do mundo

A câmera Mamute

A Mamute foi contruída por volta de 1900 para tirar uma só única foto, do trem de uma companhia ferroviária americana, a Chicago & Alton Railway. O fotógrafo J. A. Anderson usou cerca de $5,000 (muito dinheiro na época) para construir esse monstro, que pesava 640 kg, media mais de quatro metros de comprimento e usava negativos de 1.35m x 2.40m. Mas não, não é dessa câmera que estou falando.

570 megapixels de pura delícia

Essa não é para fotógrafos, mas para outro tipo de profissionais. Astrônomos usarão todos esses 74 sensores CCD, totalizando em 570 megapixels, para produzir imagens e tentar descobrir a existência da energia escura. O equipamento ocupa um gabinete inteiro do tamanho de um Mini Cooper e vai custar somente US$ 35 milhões, quase o preço da sua Cybershot com Smile Shutter, mas sem o Smile Shutter.

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. Ismael dos Anjos permalink
    4 de fevereiro de 2010 23:14

    Duvido que vc raspava. Mas aqui: ce sabe se a Mamute ainda está inteira?

    • Diogo DC permalink*
      5 de fevereiro de 2010 10:53

      Como eu não entendo chinês eu deixava, e se perguntassem eu falava que era “Viva o Capitalismo” e que a câmera foi feita para os revolucionários chineses que lutam até hoje contra o comunismo chinês.

      Sinceramente, não tenho ideia se essa câmera ainda existe. Provavelmente está em algum museu de Chicago. Vou procurar melhor e te falo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: